Consciência Política

Muito se tem falado sobre “política”. Mas, o que é “política”, realmente?
Se consultarmos o dicionário, veremos que “política” é uma arte, que, se bem empregada, poderia trazer muitos benefícios.  Temos várias definições:
Ciência dos fenômenos referentes ao Estado; – Ciência Política; – Sistema de regras respeitantes aos negócios públicos; – Arte de bem governar os povos;
Habilidade no trato das relações humanas, com vista à obtenção dos resultados desejados; – Maneira hábil de agir; – E outras.
No entanto, para que haja uma boa política, esta deve estar acompanhada de algo divino, Consciência.
E, o que é “Consciência”? É o sentimento ou percepção do que se passa em nós; – Voz secreta da alma; – Senso de autocrítica, aprovando ou desaprovando nossas ações; – Senso de responsabilidade; – Honradez; – Retidão; – Sinceridade absoluta.
Infelizmente, essas duas palavras “Consciência” e “Política” não têm estado ligadas ultimamente.
Os nossos “pretensos políticos” talvez nem saibam o que realmente é “Consciência Política”
Vários são os fatores que causam essa ignorância generalizada.  Basicamente, o nosso povo ainda não despertou para a importância que tem o seu voto.  Assim como aqueles que se candidatam a cargos públicos também não estão preparados para exercê-los.  Em ambos os casos falta “Consciência”.  E o pior é que isso já vem de longa data.
Parece-me que chegou a hora de revertermos este quadro.  Precisamos fazer uma auto-análise e procurar descobrir o verdadeiro sentido da nossa existência.  Tomarmos consciência de que todos nós temos missões a cumprir, e, se possível, fazer sempre o melhor em tudo.
Cito aqui um trecho de um Ensinamento de Meishu-Sama, Fundador da Igreja Messiânica Mundial, constante do livro Alicerce do Paraíso: “Aos políticos cabe esquecerem a si próprios, pondo a felicidade do povo acima de tudo e erigindo-se como exemplos de boa conduta. O povo também deve praticar boas ações e esforçar-se, constantemente, para desenvolver sua inteligência”.
É certo que a perfeição do homem é uma utopia.  No entanto, devemos nos esforçar, ao máximo, para tentar alcançá-la.  Só assim poderemos ser felizes de fato.
  Sinceramente!
         Jeronimo Madureira
  10/01/08.
Jeronimo Madureira
Publicado no Recanto das Letras em 10/01/2008
Código do texto: T811669

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: