Racionalismo e Empirismo


Racionalismo e Empirismo

 

Questão: 
Preciso que vocês me ajudem a encontrar alguma coisa sobre Empirismo e Racionalismo, desde a concepção ate os Ídolos. E quero que me ajudem tambem a saber o que é a dedução em Descartes? (Composição entre o método indutivo e dedutivo) 
inst: Universidade Federal do Ceara
nome: Raquel Marques
titulo: estudante

Racionalismo e Empirismo 

Estas duas correntes do pensamento ocidental determinaram a filosofia especialmente desde o início da modernidade. Na verdade, a discussão vai até a antiguidade com Platão e Aristóteles. Enquanto Aristóteles tinha um posição mais empirista, Platão foi bastante racionalista. Mas esta distinção é muito artificial se aplicada assim à Antiguidade. Como disse, a partir da modernidade, especialmente com o início da era da teoria do conhecimento, a distinção aparece de forma mais clara. O pai da modernindade, Descartes, também é o primeiro grande representante do racionalismo, seguido então por Leibniz. Enquanto os racionalistas se desenvolveram mais na Europa continental, os empiristas foram mais fortes na Inglaterra: Hume e Locke são os dois maiores expoentes deste lado. 

Bem, mas o que é Racionalismo e Empirismo? Esta é uma questão ampla, mesmo porque existe diferentes formas e variantes nos dois lados. O racionalismo de Descartes se distuingue muito do de Leibniz, o empirismo de Hume do de Locke. De grosso modo pode-se dizer: Enquanto o racionalismo afirma que a razão pura (a razão sem influência dos sentidos empíricos) é a maior (ou única) fonte do conhecimento, enquanto o empirismo, pelo contrário, afirma que todo nosso conhecimento é adquirido pelos sentidos empiricos (visão, audição, tato, etc.) 

Essa tensão foi o ponto de partida da filosofia de Kant, que tentou conciliar os dois lados. Mas isso tornou a filosofia kantiana cheia de tensões, que Hegel tenta levar às ultimas consequências no seu sistema dialético. Até a filosofia contemporânea bebeu das duas fontes: no empirismo lógico do círculo de Viena também se procurou conciliar as duas coisas: a lógica é dada imediatamente (inata) à razão, os dados, com os quais a razão lógica trabalha é, por outro lado, material obtido através dos sentidos. 

Boa sorte na sua pesquisa! 
Dr. phil Guido Imaguire 
11.5.2000


Fonte: http://www.filosofos.com.br/tema_racionalismoimpirismo.htm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: